07
Feb

Fazendo do limão uma limonada 

Oi gente, tudo bem?

amor de mae

Acho que não tem coisa pior para uma mãe que ver seu filho doente. Quando eu era pequena tive catapora, caxumba, rubéola… E tudo quanto é milacria que uma criança pode ter. Sofri um bocado, mas no final das contas foi bom ter tido tudo isso na infância porque ganhei imunidade e não corro mais riscos.

Lembro que minha mãe ficava aflita correndo de um lado pra outro para dar conta de mim e do meu irmão. Coitada! Ela inventava mil coisas na cozinha para tentar me fazer comer (coisa que, na maioria das vezes não funcionava muito) e ainda tinha que correr atrás do meu irmão que era um pimentinha 🙂

Deixando as lembranças e o momento nostalgia um pouco de lado, essa semana foi a minha vez de ficar aflita correndo de um lado para outro com a Zahrinha. Na segunda-feira ela chegou da escola toda molinha e com febre. Foram três dias de febre altíssima e então umas bolinhas vermelha surgiram nas mãos, rosto e lábios. Levamos no GP (médico de família aqui) e ele disse que ela estava com uma virose. Como ela não estava conseguindo comer e beber nadica de nada, eu resolvi levá-la no hospital e a médica também disse que era uma virose bem comum. O problema é que nem a pediatra no hospital e nem o GP explicaram que tipo de vírus ela tinha.

Então, no dia seguinte ela acordou com o corpo cheio de bolinhas vermelha. E eu lerda, nem percebi que ela estava com catapora. Na verdade eu achava que era rubéola. Foi preciso ligar para minha mãe e ouvi-la dar o ‘diagnóstico’ da Zahrinha rindo. Ela explicou que o vírus da varicela/catapora é bem típico do inverno e também me explicou sobre os sintomas e cuidados que devo ter com minha pequena até ela ficar boa.

Meu filho mais velho (18 anos) também teve catapora quando era bebê. Mas, quem disse que eu lembrava? Se bem que isso aconteceu lá por volta de 1900 e bolinha 🙂 não tinha como lembrar né?

Mas, como eu tenho procurado ver o lado positivo em todas as situações em minha vida, estou aproventando esses dias de molho em casa para mimar meu marido e minha filha, ler, assistir filmes, atualizar o blog e fazer tudo que está na minha listinha de pendências.

Vou fazer do limão uma limonada. Literalmente!



Deixar um comentário

2 Respostas para "Fazendo do limão uma limonada "

Adriana M. Lara
08-02-2016 @ (16:59)

sempre, e a cada novo limão que a vida nos dá, a limonada sai mais gostosa…. vamos nos aperfeiçoando… melhoras para tua pequena!!
bjs

Responder


Andreza Gomes Andreza Gomes - February 9th, 2016 em 5:18 pm respondeu:

Obrigada Dri 🙂

Responder


vem me seguir no

@colorindoavidablog

Colorindo a Vida - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017