26
Sep

E depois de tantas primaveras…


Sábado (23/09) foi meu aniversário. E depois de tantas primaveras, acho que passei da época de me preocupar com a idade. Lembro das vezes que surtei diante do espelho porque as marcas do tempo estavam cada vez mais visíveis. Uma ruguinha aqui, uma gordurinha ali, uma flacidez acolá, e lá se vai a juventude se escorrendo pelo ralo. Vamos combinar que não é tão fácil assim se aceitar envelhecendo, né? Tinha dias que eu passava horas sonhando em fazer muitas umas cirurgias plásticas e ficar toda esticadinha novamente. Passado o surto, deixei de me importar tanto com a aparência externa e passei a cuidar melhor do meu interior. Entendam, eu não estou dizendo que nunca farei uma cirurgia plástica, mas isso já não é mais uma prioridade na minha vida.

Muitas coisas aconteceram nesse ano que passou. Passei por momentos difíceis como o infarto do meu marido em novembro do ano passado, mas também tive momentos felizes como a cura (pela fé) comprovada do problema renal que eu tinha e o sumiço de dois cistos benignos na tireoide. Fiz novos amigos, conheci lugares incríveis, errei e acertei, sorri e chorei, algumas vezes me arrependi de ter falado demais e em outras de ter falado de menos, venci meus medos, quebrei paradigmas e aprendi que devo viver minha vida sem me importar tanto (ou quase nada) com a opinião alheia. Também perdoei mais e amei mais. 

Acho que na maturidade aprendemos a nos aceitar sem neuras. Os anos a mais indicam experiência e não devem ser encarados como algo ruim. Afinal de contas estamos vivas e saudáveis! Ao invés de ficar reclamando devemos agradecer a Deus por nossas vidas. Afinal de contas, acho que todas nós temos motivos de sobra para agradecer, seja pela saúde, família, sucesso, conquistas, por termos um lar e um cobertor quentinho para nos aquecer no inverno, pelo alimento que (bom ou ruim) não nos falta a mesa… e por todas as bênçãos que são derramadas em nossas vidas diariamente. 

Se eu pudesse dar um conselho as mulheres de 20, 30, 40, 50… diria para elas que aprendam a se aceitar e vivam suas vidas de forma intensa porque ela passa muito rápido. Reclame menos e agradeça mais. Ame mais, perdoe mais, sorria mais, brinque mais, se cuide mais, e seja feliz sem invejar os demais. Não seja tão dura consigo mesma porque as pessoas já fazem isso por você. Não fique fazendo comparações com os outros porque cada um de nós somos únicos e temos nossas próprias características que nos fazem diferentes uns dos outros. 

E que meus 39 anos seja de muitas bençãos, conquistas e livre de mimimi. 

PS: Esse post saiu atrasado porque essa semana foi puxada. A Zahrinha teve uma irritação no olho e precisou de 1000% da minha atenção. Graças a Deus já está tudo bem 🙂 

Foto 1 Tumblr, Foto 2 acervo pessoal 

11
Jul

Novidades são sempre bem vindas

Oi gente, tudo bem?

Depois de um longo recesso, cá estou eu novamente com algumas novidades. Eu já expliquei aqui no blog o porquê do meu afastando neste post: Compartilhando experiências. Às vezes é bom dar um tempo e voltar com novas idéias, né não?

A partir de agora irei escrever no blog com mais frequência, terei colaboradoras que irão me ajudar a trazer assuntos interessantes e diferenciados, irei postar mais looks do dia e um pouco sobre as cidades no interior da Irlanda, tem mais sorteios vindo por aí, vou criar coragem e começar a fazer vídeos (oremos!) e mais algumas novidades que não posso contar agora 🙂

IMG_4813

PS: Agora eu só quero viver toda trabalhada no lenço. Te mete kkkk.

08
Mar

Se valorize e aprenda a dizer não! 

Oi gente, tudo bem?

menina

A Zahrinha está numa fase onde a palavra ‘não’ é doce na boca dela. Tem horas que chega a ser irritante a quantidade de ‘nãos’ que ela dá. O não serve tanto para respostas positivas quanto para as negativas. Às vezes fica até difícil de lidar.

Isso me fez pensar sobre a dificuldade que nós mulheres temos em dizer não de vez em quando (ou o tempo todo). A maioria de nós acha que ser “agradável” é dizer sempre sim. Acham que se disserem um não podem ser criticadas e até mesmo desprezadas. Devido a isso acabam tornando-se permissivas aceitando relacionamentos abusivos, traições, humilhações, acreditando que assim serão vistas pelos demais como uma mulher legal e agradável de se ter por perto.

Na verdade essa atitude só mostra que você é uma mulher insegura que precisa da aprovação dos demais para se sentir aceita, amada e admirada. O medo de ficar sozinha faz com que você aceite relacionamentos abusivos repletos de humilhações e traições que só trazem dor e sofrimento. Isso inclui relacionamentos amorosos, amizades e até mesmo no ambiente de trabalho. A partir do momento que você é a única que cede o tempo todo ou se anula para satisfazer as demais pessoas é melhor começar a repensar se o relacionamento em questão vale mesmo pena.

Ok! Mas, como aprender a dizer não depois de uma vida inteira se submetendo a abusos inexplicáveis? É simples! Se olhe no espelho e veja o que você se tornou. Fale com sua imagem refletida no espelho, vá fundo e descubra o que a levou a se tornar essa pessoa que você é hoje e corra atrás do prejuízo. Busque a cura para as dores, traumas do passado, mágoas, rancores, medos… Enfim, liberte-se de tudo aquilo que te aprisiona. Se ame! Se valorize! Se afaste de quem te faz mal! Perdoe! Converse com seu parceiro e seja sincera, se não resolver, talvez seja a hora de dar um basta. Melhor sozinha que mal acompanhada! Se você tem problemas com amigos, talvez seja a hora de se afastar de quem te faz mal e fazer novos amigos que te respeitem e valorize. Se o problema está no ambiente de trabalho tente resolver da melhor forma possível ou comece a procurar um novo emprego. Às vezes é melhor abrir mão agora que sofrer muito mais depois. De a volta por cima menina!

Eu consegui vencer meus medos, traumas, dores, mágoas e toda a sorte de mazela interior através da fé em Deus. Busquei nEle refúgio e me libertei das cadeias que me aprisionavam. Também dei um basta em tudo que me fazia mal. Quem sabe não chegou a hora de você também se voltar para Ele?

FELIZ DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES!!

Foto by Google
12

vem me seguir no

@colorindoavidablog

Colorindo a Vida - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017