10
May

Ser mãe é padecer no paraíso

Oi gente, tudo bem?

Zahrinha-e-eu
Cresci ouvindo as frases: “ser mãe é padecer no paraíso” e “quando você for mãe vai saber o que é bom”. Bem clichê, mas verdadeiras.

Ser mãe é mesmo padecer no paraíso e eu não tenho a menor dúvida. Depois de um dia inteiro de lá pra cá eu só quero deitar e dormir (como me sinto exatamente nesse momento), mas mesmo assim venço o cansaço e dedico tempo aos meus filhos. Às vezes o choro, a birra, as malcriações, a falta de apetite, as maquiagens e cremes destruídos, me deixam impotentes e me fazem pensar (nem que seja por um mísero segundo) que teria sido melhor não ter filhos. Acho que toda mãe passa por esses momentos que vão do amor ao ódio. Em uma fração de segundo respiro, peço forças a Deus e tudo volta a ser como antes – um paraíso de amor e alegria.

Sinto saudade de estar arrumada, unhas feitas, não ter hora para dormir nem para acordar, sair sem ter hora para voltar, ler pelo menos três livros por mês… E a lista continua 🙂 Mas, mesmo com todas as dificuldades eu não abro mão de ser mãe da Zahrah e do Anderson. Meus filhos são meus amores e eu padecerei no paraíso até o fim.

Ser mãe também é ‘ver o que é bom’ pois não tem nada melhor que acordar de manhã com beijinhos e xerinhos, passar o dia inteiro recebendo abraços apertados, carinhos, beijos e mais beijos, sorrisos largos e sinceros misturados a muita sapequice. Tem coisa melhor que isso? Se tiver desconheço.

Isso é o que eu chamo de padecer no paraíso e ver o que é bom 🙂

Zahrinhaeeu

PS: hoje fez um dia lindo aqui e nós aproveitamos para brincar muito. Eu já estava com o cabelo todo bagunçado e cara de pamonha de tão cansada kkkk.

Fotos acervo pessoal

vem me seguir no

@colorindoavidablog

Colorindo a Vida - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018